sábado, 23 de maio de 2009

LARANJINHA-KINKAN - "laranja de ouro"

(Fortunella margarita)

Hoje fui ao Supermercado e deparei-me com umas bandejas embalando umas frutinhas rotuladas com o nome de “kinkan”, comprei uma e, em casa, fui ao computador pesquisar a procedência e serventia dessa frutinha e descobri que é um tipo de laranja pequeníssima cuja árvore pode alcançar até 3 metros de altura.

O pé de laranjinha-kinkan tem feito sucesso no cultivo em vasos. Neste caso, no entanto, precisa de adubação uma vez por mês, pois além de contar com pouca terra, a água das regas carrega com ela parte dos nutrientes, antes mesmo de a planta se alimentar deles. Somando à adubação, água e condições de sol direto, é possível ter frutos todos os anos, normalmente no outono. A árvore é bonita para fazer bonsai.

A provável origem da fruta é a China, de onde se espalhou para outros países da Ásia, principalmente o Japão. "Kumquat" ou "chin kan", em chinês, e kinkan, em japonês, significam "laranja de ouro".

Mas não é exatamente uma laranja. Eduardo Stuchi, pesquisador da Embrapa Mandioca e Fruticultura Tropical, explica que a espécie pertence ao gênero Fortunella, e não ao Citrus (que inclui laranjas e tangerinas, entre outras). A kinkan apresenta alguns diferenciais, como a menor quantidade de gomos, a casca mais fácil de digerir e a proporção entre teores de açúcar e grau de acidez.

Steven Kerlo, chef do restaurante Mercearia do Francês, em São Paulo, considera essas características muito interessantes para criações gastronômicas. "É possível usá-la em molhos ácidos, que equilibram o sabor de pratos com carnes gordurosas ou aves de caça. Como é colocada inteira, com casca e tudo, o efeito visual é bonito."

Acredita-se que a "laranja de ouro" chegou ao Brasil com a primeira leva de imigrantes japoneses. Mas os portugueses já conheciam a fruta na época do Brasil Colonial - há registros do século 17 - em que missionários portugueses na China descrevem a fruta. Seja como for, é nas áreas onde os japoneses se estabeleceram que a kinkan é mais cultivada. No Brasil, as principais regiões produtoras ficam em São Paulo.

Degustar a kinkan em forma de caldas, molhos ou compotas é o mais comum no Brasil, acredita Marcio Seije, professor de gastronomia do Centro Universitário Senac. "Os japoneses a consomem mais "in natura", com casca e tudo. No Japão, onde a maioria das frutas custa muito caro, a kinkan é barata e muito popular. Diz a lenda que é uma fruta que traz felicidade", conta Seije.

Além de felicidade, pode trazer saúde. A kinkan é rica em vitamina C (151 mg/100 g), cálcio (266 mg/100 g), potássio (995 mg/100 g) e boa fonte de vitamina A, fósforo e outros micronutrientes. (FOLHAONLINE-www.folha.com.br).

12 comentários:

José disse...

Legal! tb me interessei pelafrutinhae vim pesquisar na net. Até teria vontade de produzir ela comercialmente , mas acho que deve ter pouco mercado.

Silvia Penna disse...

Acabei de passar uma uma dessas arvorezinhas, estava sendo vendida em uma floricultura de esquina por R$ 220,00 (em Porto Alegre). Achei tão linda que tb resolvi pesquisar na internet. Em breve estarei me mudando e estava pensando em ter uma jabuticabeira, mas a árvore de kinkan me agradou muito!!

gustavosl disse...

Eu plantei uma no quintal de casa e costumo consumi-las in natura, com casca e tudo, ela tem uns 90cm de altura, mas faz um ano que produz frutas sem parar, embora em pequena quantidade, mas é uma árvore adorável.

Anônimo disse...

Olaa , boa tarde eu adoro comer esta laranjinha ela é bem azeda como eu gosto, ...e gostaria de saber se ela não faz mal p o estomago pq amo, comer ,mas me arde ao redor da boca mto obrigado pla resposta se puder agradeço.

marlenebarbosa disse...

Oiiiiiiii gostaria de saber se posso fazer doce dessa laranjinha e se possivel me passe uma receita por favor mto obrigado.

Gra disse...

Gra disse....
Essas laranjnhas são uma delicia
adoro come-las in nature.
Quero adquirir uma arvorezinha dessas deve ser muito bom ter uma em casa para sempre lembrar que ela traz felicidade
11 outubro de 2011 19,45h

DALA CHOCOLATES disse...

Adorei as laranjinhas, acho que vou cultivar em vaso,para fazer doces.

Anônimo disse...

tenho um pé em um vaso e em pouco tempo já ta florindo e com 2 laranjinhas, alem de bonita como bonsai, muito bom te la em casa

Deusa disse...

Eu gosto muito desta laranjinha, como até 03 bandejinhas de uma só vez..pequei a semente e coloquei no sol, depois de seca plantei, o pé já está grandinho, vou cultiva-la no vaso, gostaria de saber como..qual adubo usar, molhar todos os dias? ficar no sol direto? Se puder me ajudar obrigada.Deusa 09-04-12

Anônimo disse...

ola, comprei uma muda de kinkan, ela a´te ja deu algumas frutinhas mas agora ela começou a brotar de uma forma diferente apresentado folhas maiores, verdes bem claras e com espinhos grandes, não estou entendendo nada, estou aguuardando pra ver o que acontece, isoo é normal?por favor me responda, obrigdo

Rosana Iorio disse...

Comemos a frutinha e adoramos, viemos pesquisar sobre ela e encontramos seu blog. Parabéns pelas postagens!
Gostaria de saber quanto tempo leva para brotar e florescer, plantamos a sementinha em um jarrinho para controlar melhor seu crescimento.

Joaquim Alves de Oliveira Filho disse...

UMA DELÍCIA, PODE SER CULTIVADA EM VASO E MUITO ORNAMENTAL... Onde encontrar a muda de LARANJA KIKAN: http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-449702157-muda-de-laranja-kikan-ja-produtiva-apenas-3450-frete-_JM