sexta-feira, 8 de abril de 2011

JOGO DA SOLIDARIEDADE REUNIU 22 MIL TORCEDORES E RENDEU R$ 369 MIL

O Jogo da Solidariedade, organizado pelo Governo do Estado e Prefeitura de Curitiba, em parceria com organizações privadas, para ajudar as vítimas das chuvas no Litoral do Paraná e do terremoto e dos tsunamis que atingiram o Japão, reuniu 22.221 torcedores no estádio Joaquim Américo, em Curitiba, nesta quinta-feira (7). A renda foi de R$ 369.140,00. Ao fim da partida, a conselheira do Clube Atlético Paranaense Yára Eisenbach entregou um cheque simbólico no valor de R$ 145 mil ao governador Beto Richa e outro de R$ 220 mil ao cônsul geral do Japão em Curitiba, Noboru Yamaguchi.

Os atletas convidados para o amistoso dividiram-se em duas equipes: Amigos do Japão, com ex-jogadores profissionais que atuaram naquele país, como Zico e Alcindo – autores da ideia da partida beneficente – junto Romário, Careca, Raí, Dunga, Zinho e Zetti, entre outros.

E Amigos do Paraná, com astros do futebol paranaense, como Oséas, Paulo Rink, Paulo Baier, Pachequinho, Ricardo Pinto e Adilson Batista, entre outros.

Nenhum jogador cobrou para participar da partida, que terminou empatada em 5 x 5, com gols de Romário, Alcindo (2), Zico, Paulo Rink (2), Alberto, Oséas, Washington e Amarildo. “Todos vieram dar sua contribuição na maior boa vontade, com o objetivo de fazer desse espetáculo mais um exemplo de união e apoio ao próximo”, disse Zico.

“Foi uma bela festa, reunindo ídolos do futebol e um público maravilhoso que contribuiu para minorar o drama das pessoas que sofreram com as chuvas no nosso Litoral e com o terremoto e o tsunami no Japão”, destacou o governador Beto Richa, que jogou por 30 minutos no time dos Amigos do Paraná. Richa pediu um minuto de silêncio no estádio, em respeito aos japoneses, aos moradores afetados pelas enchentes no Litoral e pelas crianças atacadas em uma escola pública no Rio de Janeiro, na manhã de quinta-feira.

O jogador Alcindo disse ao fim do jogo que estava muito feliz com o resultado da iniciativa e que ela serviu como exemplo para outras ocasiões.

“Agradeço a colaboração dos meus colegas jogadores, o trabalho da imprensa, que ajudou a divulgar, e ao Atlético, que cedeu o espaço da Arena”, afirmou.

“O mais legal é ver esse estádio lotado e saber que estamos contribuindo para uma causa tão bonita. Ajudar faz bem para o coração”, disse Romário, que fez belas jogadas na companhia de Zico e saiu de campo muito aplaudido.

O baiano Oséas disse que ficou emocionado por voltar à Baixada e ainda mais por reviver por alguns instantes em campo a antiga parceria com o colega Paulo Rink, com o qual fez dupla no Atlético Paranaense. “Foi emocionante receber o convite, pousar na cidade e chegar ao estádio lotado por um motivo tão nobre”, disse ele.

Atuaram na partida os seguintes jogadores: Ademir Alcantara, Adílson Batista (novo técnico do Atlético), Ailton, Alberto, Alcindo, Alemão, Alex Lopes, Amarildo, André Cruz, Axel, Beletti, Careca, Claiton, Dida, Dunga, Edinho Baiano, Edu Marangon, Evair, Gilmar, Gralak, Gune, Jatobá, Jorginho, Magno, Oséas, Pachequinho, Paulo Baier, Paulo Rink, Paulinho Cascavel, Preto Casagrande, Raí, Ricardo Pinto (ex-goleiro e técnico do Paraná Clube), Robson Pontes, Romário, Ronaldão, Sidney, Washington, Zetti, Zico e Zinho.

O ex-jogador Sicupira comandou os Amigos do Paraná e Valdir Espinosa os Amigos do Japão.

AGÊNCIA DE NOTÍCIAS - PARANÁ
http://www.aen.pr.gov.br/ - Secretaria de Estado da Comunicação Social - SECS

Um comentário:

marcelo disse...

voce teria em pdf esta reportagem??

Grato

Marcelo

mij_32@hotmail.com