terça-feira, 26 de abril de 2011

QUERO-QUERO, A VERDADEIRA MARCA DO GOVERNO DILMA ROUSSEFF

É notório o esforço da equipe de marqueteiros que vivem na terra roxa do planalto central em tentar dar algum sentido de vida inteligente ao governo da presidenta Rousseff. Tentam, gastando dinheiro público, criar um "carimbo" para a presidenta. Todas as tentativas, apesar de ações midiáticas ostensivas, têm sido em vão, frustrantes.
Essa história de cobrir um santo e descobrir o outro, com o mesmo lençol, funciona. É o mesmo que mentira tem pernas curtas.
Você não empurra com a barriga um país como o Brasil o tempo todo. Apesar de seus quase 200 milhões de habitantes serem de uma expressiva parcela de analfabetos políticos ou de pessoas que não estão nem aí para o que pode ou não pode vir a acontecer com o seu país, não é possível ficar fazendo lero-lero, pois existe vida inteligente do lado de cá do balcão.
Lula teve um relativo sucesso porque encontrou a casa arrumada e foi inteligente para seguir a cartilha. Seguiu navegando como faz o grande marinheiro em mar de tempestades. Mas, agora a bomba está estourando no colo materno da presidenta Rousseff e a coisa é diferente. A desarrumação é geral. E, como este governo petista é incompetente, pois é um governo de pessoas com qualificação para serem sindicalistas, a vaca está indo pro brejo. Os marqueteiros não sabem mais o que fazer e estão mais perdidos que ovelhas nas montanhas sem um bom cão pastor.
E nessa história mal contada pela imprensa subjugada a marca que está ficando patente é a do GOVERNO DO QUERO-QUERO.
Pesquise nos grandes portais as notícias do governo Rousseff nestes pouco mais de cem dias e você irá constatar que esta minha afirmação é verdadeira.
Você irá encontrar manchetes como estas:

- DILMA QUER COMBATER A INFLAÇÃO
- DILMA NÃO QUER AUMENTO DA GASOLINA
- DILMA QUER REGULAR MINERAÇÃO
- DILMA QUER USAR EXTRATIVISMO NA AMAZÔNIA CONTRA POBREZA EXTREMA
- DLMA QUER ACABAR COM AS TRAGÉDIAS DE ENCHETES NO PAÍS
- DILMA QUER AEROPORTOS PRONTOS PARA A COPA DE 2014
- DILMA QUER REDUZIR TAXA DE JUROS

E segue por aí querendo e querendo, como se apenas o ato de querer tivesse o poder de transformar tudo em realidade da noite para o dia. Eles devem estar esperando que a varinha mágica da madame Rousseff produza os milagres e ficam sentados nos seus gabinetes luxuosos na terra roxa pensando:
- Se a presidenta Rousseff "quer" tudo vai se resolver

Vai se resolver uma ova. Milagre só existe nas salas de milagres dos santos católicos. Vai lá. Tá assim ó de pernas de pau, muletas, retratos de gente com deficiência, óculos, e toda sorte de materiais que possam vir a configurar um milagre para enganar os trouxas.

Esse é o governo do QUERO-QUERO e da irresponsabilidade. A inflação está aí e ficam culpando o ministro Mantega como se ele tivesse sido o responsável pela abertura dos cofres. Foi o Apedeuta Luiz quem mandou. Ora, o Apedeuta mandou bilhões para os governos dos seus cupinchas sem aprovação do Congresso Nacional e não iria ordenar que Mantega abrisse o cofre para ganhar mais uma eleição? Só calango não acredita, pois tem uma vida sem futuro e de uma hora para outra vira comida de gato de rua.

O fato é que alguma coisa tem que ser feita e urgente. Não adianta ficar com a política do QUERO-QUERO que não vai resolver nada. Se Mantega não dá conta do recado, manda ele vestir o pijaminha e assistir a novela das oito. O que não é possível é ficar fazendo 190 milhões de brasileiros de palhaços com “notinhas”, como estas publicadas na Folha de SP, Estadão e Cláudio Humberto:

Folha SP: Dilma manifesta "imensa preocupação" com alta de preços


Estadão: Governo está no ‘combate acirrado’ à inflação, afirma Dilma

Cláudio Humberto:

Alguém tem que dizer para essa turma que temos que ir pra frente que pra trás não dá mais. QUERO-QUERO pode ser um bom brinquedo pra crianças. Agora, tenha dó, minha santa, com inflação não se brinca não. Não dá para confiar em alguém no comando da economia gigante como a nossa que tem em seu currículo a falência de uma simples lojinha de 1,90. Até palhaçada tem o seu limite, assim como toda ferida um dia fecha.

Do Blog do Lúcio Neto.

Um comentário:

o copista paschoal disse...

Definitivamente sábias palavras. Se puder, assino em conjunto. o bréjil está a beira do abismo faltando apenas aquele "empurrãozinho"! Ah! adorei a fala da governANTA sobre estar "diuturnamente e noturnamente" preocupada com o dragão da inflação. Tal pai tal filha...né apedeuta?