sábado, 15 de outubro de 2011

AO MESTRE COM CARINHO!

Ao Mestre Com Carinho!
Ao longo de tua caminhada tu guiaste
nosso caminho...
Mostraste-nos a cada momento compreensão, luta, paciência, inteligência e dedicação.
E diante disso carregamos juntos, na bagagem da vida, o ensinamento eterno.
Nesse dia especial, representados pelos Mestres Ephigênio e Martello, desejamos ao professor mourãoense sucesso e que a tua estrela continue sempre brilhando...

No dia 15 de outubro de 1827 (dia consagrado à educadora Santa Tereza D’Ávila), D. Pedro I baixou um Decreto Imperial que criou o Ensino Elementar no Brasil. Pelo decreto, “todas as cidades, vilas e lugarejos tivessem suas escolas de primeiras letras”. Esse decreto falava de bastante coisa: descentralização do ensino, o salário dos professores, as matérias básicas que todos os alunos deveriam aprender e até como os professores deveriam ser contratados. A ideia, inovadora e revolucionária, teria sido ótima – caso tivesse sido cumprida.

Mas foi somente em 1947, 120 anos após o referido decreto, que ocorreu a primeira comemoração de um dia dedicado ao Professor.

Começou em São Paulo, em uma pequena escola no número 1520 da Rua Augusta, onde existia o Ginásio Caetano de Campos, conhecido como “Caetaninho”. O longo período letivo do segundo semestre ia de 01 de junho a 15 de dezembro, com apenas 10 dias de férias em todo este período. Quatro professores tiveram a ideia de organizar um dia de parada para se evitar a estafa e também de congraçamento e análise de rumos para o restante do ano.

O professor Salomão Becker sugeriu que o encontro se desse no dia de 15 de outubro, data em que, na sua cidade natal, professores e alunos traziam doces de casa para uma pequena confraternização. Com os professores Alfredo Gomes, Antônio Pereira e Claudino Busko, a ideia estava lançada, para depois crescer e implantar-se por todo o Brasil.

A celebração, que se mostrou um sucesso, espalhou-se pela cidade e pelo país nos anos seguintes, até ser oficializada nacionalmente como feriado escolar pelo Decreto Federal 52.682, de 14 de outubro de 1963. O Decreto definia a essência e razão do feriado: “Para comemorar condignamente o Dia do Professor, os estabelecimentos de ensino farão promover solenidades, em que se enalteça a função do mestre na sociedade moderna, fazendo participar os alunos e as famílias”.

Fonte: Colégio Nobilis.-Imagens da Internet e fotos acervo-fotoformatação PVeiga.

5 comentários:

Juma Durski disse...

Ao mestre com carinho:
Sidney Poitier - 1966:

http://www.youtube.com/watch?v=2U-nM8Tp78Q

Pedro da Veiga disse...

É isso aí amigo Juma - excelente filme...
Abraços: PVeiga

Anônimo disse...

Compadre Pedro,
Grato pela lembrança de nosso dia.
Embora aposentados, continuamos na luta....
Prof Joani Teixeira

maisumonline disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
maisumonline disse...

Quem não se lembra de alguem com muito carinho?
Vani Silva no Honorato Borges em Patrocinio......que figura humana.
e o meu amigo particular ex diretor do Colegio Estadual Gameleira em BH Cel Clomar Sete Bicalho
Estes foram especiais

Em tempo removido para correção erros que comprometeriam os mestres....hehehehe