segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

A COVARDIA DOS INCOMPETENTES

Por João Bosco Leal

No decorrer da história ocorreram milhares de casos de plágios, de cópias, parciais ou totais de textos, musicas, fórmulas químicas e de muitos outras tipos de autoria que deveriam, no mínimo ter seu autor mencionado.

Ocorreram milhões de processos com maiores ou menores índices de sucesso, mas os autores, sempre que puderam, reclamaram seus direitos, e a justiça foi feita na grande maioria dos casos.

Em décadas passadas, muitas cópias e plágios chegavam a demorar anos para ser descobertas, ou, em alguns casos, nunca o eram, principalmente em decorrência da comunicação precária e das publicações e divulgações normalmente terem uma abrangência mais regional, ou em um único país ou idioma.

Com o advento da internet, isso deixou de ocorrer e, em segundos, sabe-se de tudo o que está ocorrendo em todo o globo terrestre, sobre qualquer assunto que seja buscado.

Por um lado isso facilita muito as coisas e por outro, consegue-se também perceber como ainda existem pessoas pequenas, mesquinhas, incompetentes, e covardes.

Como já relatei anteriormente, por haver ficado impossibilitado de me locomover, em decorrência de um acidente, por um período superior à dois anos, resolvi preencher meu tempo na cama ou cadeira de rodas escrevendo, e para isso criei um blog, sem nenhum fim lucrativo, sem nenhum anúncio, simplesmente para dar vazão ao que pensava à respeito de tudo o que via ocorrer à minha volta, sobre os mais variados assuntos, desde que ocorressem dentro do Brasil.

O tempo passou e já publiquei mais de cento e cinquenta textos, dois por semana, e escrevi mais de duzentos. Muitos blogs sites e jornais os publicam, sempre me dando o crédito autoral e, como sempre faço, após a publicação em meu blog,pesquiso através do Google e, no rodapé do texto, coloco um link dirigindo as pessoas que leram o mesmo, a todos os outros blogs sites e jornais que o publicaram, dando-lhes assim o crédito, e o devido reconhecimento pela publicação.

Entretanto, agora passei por uma experiência bastante triste nesse sentido, exatamente quando escrevi o texto "Doação", que, coincidentemente, trata da necessidade do ser humano tentar melhorar seu relacionamento com o próximo, com atitudes melhores, por menores que sejam, mas de doação, seja de carinho, de amor, de afeto ou até mesmo material, quando for o caso, como agora, nas destruições materiais e perda de centenas de vidas ocorridas no Rio de Janeiro.

Fazendo a pesquisa no Google, buscando quem publicou esse texto, encontrei-o publicado no "Blog do Colares" como sendo um Editorial, de autoria do próprio Sr. J. Colares, como pode ser verificado no endereço do mesmo, http://jbvcolares.blogspot.com/2011/01/editorial-do-blog-leia-ate-o-final.html . E esse mesmo blog já havia publicado, na semana passada, um outro artigo de minha autoria, o "Políticos canalhas ou canalhas políticos?", e teve colocado em meu blog, o referido link dando-lhe o crédito pela publicação.

Como sequer encontrei no "Blog do Colares" um local apropriado para comentar o fato e solicitar a imediata correção, ou mesmo um e-mail, para que pudesse com ele me comunicar a esse respeito, comentei o ocorrido em meu Facebook, e o mesmo já foi bastante comentado, inclusive por quem normalmente publica meus artigos.

Pena que ainda existam pessoas assim, incapazes, e de tamanha incompetência que necessitem copiar outros para se promoverem. E ótimo que já exista a internet, para facilmente descobrir e divulgar os mesmos, para que também se tornem bem conhecidos, mas por sua covardia e incompetência.

2 comentários:

Juma Durski disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Juma Durski disse...

Aprendemos com o que já existe. Quem posta algo novo, aprendeu sem professor?Não foi às aulas, não estudou?
Nem sempre concordamos com aquilo que escrevem sendo algo "novo"!
O senhor constestará Gibran, quando ele diz: "Uma raiz é flor que despreza a fama"?