segunda-feira, 16 de maio de 2011

ABSURDO OU ABERRAÇÃO!?

As Centrais Sindicais chiaram com o possível "aumento" do salário mínimo para R$ 545,00, porém não discordaram do aumento do auxílio reclusão (Portaria 333, de 29/06/2010) para R$ 810,18 (em outras palavras salário pra preso)!

Será que os políticos, sindicalistas e outros da mesma laia acreditam que um criminoso merece uma remuneração superior a de um trabalhador?

A REFERIDA PORTARIA JÁ FOI REVOGADA PELA DE Nº 568, DE 31/12/2010, NA QUAL O VALOR DO SALÁRIO FAMÍLIA DE PRESIDIÁRIO PASSOU A SER DE R$ 862,11. E TEM MAIS. NO CASO DE MORTE DO "POBRE PRESIDIÁRIO", A REFERIDA QUANTIA DO AUXÍLIO-RECLUSÃO PASSA A SER "PENSÃO POR MORTE".

O GRANDE LANCE É ROUBAR OU MATAR PARA SER PRESO CONSEGUIR DINHEIRO DOS OTÁRIOS QUE PAGAM SEUS IMPOSTOS E TRABALHAM HONESTAMENTE. Que políticos e que governo é esse?
Não acredita? Confira no site da Previdência Social.

Auxílio-reclusão

Portaria nº 568, de 31/12/2010, do INSS em vigor a partir de 1º/01/2011
http://www.previdenciasocial.gov.br/conteudoDinamico.php?id=22
Pergunto-lhes:
1. Vale a pena estudar e ter uma profissão?
2. Trabalhar 30 dias para receber salário mínimo de R$545,00, fazer malabarismo com orçamento pra manter a família?
3. Viver endividado com prestações da TV, do celular ou do carro que você não pode ostentar para não ser assaltado?
4. Viver recluso atrás das grades de sua casa?
5. Por acaso os filhos do sujeito que foi morto pelo coitadinho que está preso, recebe uma bolsa de R$ 862,11 para seu sustento?
6. Já viu algum defensor dos direitos humanos defendendo esta bolsa para os filhos das vítimas?

Um comentário:

Juma Durski disse...

Boa Pedro. Artigos curtos é melhor de ler! Valeu!