quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

JOÃO-DE-BARRO UM GRANDE ARQUITETO CONSTRUTOR

Recebo diariamente em meu quintal um bando de pássaros - bem-te-vis, pombinhas, sabiás, pardais, joão-de-barro... aos quais alimento e forneço água todos os dias...

João-de-barro no meu quintal (PVeiga)

Como o João-de-Barro constrói sua casa?

Tudo começa com a coleta da matéria-prima. Além de barro úmido, retirado do solo, a ave, cujo nome científico é Furnarius rufus, usa esterco misturado à palha. A casa é construída em conjunto pelo macho e pela fêmea, que chegam a fazer centenas de viagens no transporte do material. Galhos de árvores, postes e beiradas de casas são os locais preferidos pelo joão-de-barro para instalar seu ninho, que, em geral, tem formato esférico e cerca de 30 centímetros de diâmetro. Para construir as paredes (de 5 centímetros de espessura), o casal amassa as bolas de barro com os bicos e os pés. Uma engenhosidade do ninho é a divisão em dois cômodos. O acesso ao primeiro se dá pela porta, feita na medida para que a ave entre sem precisar se abaixar. A câmara mais interna, forrada com penas, pelos e musgo, serve para a postura de ovos e acomodação dos filhotes, que ficam a salvo de predadores.

Outra peculiaridade da casa é a localização da porta de entrada, estrategicamente posicionada na direção contrária à chuva e ao vento. Até hoje os ornitólogos (estudiosos das aves) não sabem como o joão-de-barro desenvolveu essa habilidade, que o mantém protegido das intempéries. Após cerca de duas semanas, o ninho fica pronto e a fêmea põe seus ovos.

Inexplicavelmente, depois de tanta ralação, o casal só usa o cafofo por um ano, período em que tem até quatro ninhadas. Em seguida, a dupla abandona o lar e começa a construção de um novo! Isso que é gostar de trabalhar!

Reza uma lenda popular que o joão-de-barro seria extremamente ciumento e vingativo. Se ele desconfia que esteja sendo traído, toma uma atitude radical: prende a companheira no ninho, tapando a porta, e deixa a coitada morrer lá dentro. Essa história toda, contudo, não tem o menor fundamento científico. O que não impediu, claro, que ela virasse até tema de uma famosa música caipira, “João-de-barro”, interpretada pela dupla Tonico e Tinoco.

http://biomundi.blogspot.com/2009/08/como-o-joao-e-barro-constroi-sua-casa.html


LENDA INDÍGENA DO JOÃO-DE-BARRO


Uma lenda indígena, brasileira, conta-nos a estória do João de Barro. Antes de se transformar em pássaro, João de Barro era um jovem muito bonito, que se apaixonou pela filha de um pai bastante severo. Por ser assim, ele exigia duras provas daqueles que disputavam a mão de sua filha. O jovem Jaebé foi um desses que tiveram que provar a ferro e fogo o amor pela donzela. Como prova de amor o pai da moça exigiu que Jaebé fosse enrolado num pesado couro de anta e que permanecesse nove dias sem comida ou bebida. Agindo assim, ele se livraria definitivamente do pretendente. Acontece que Jaebé, se submeteu sem reclamar àquele sepultamento. Sua pretendente, que também se apaixonara pelo jovem, ao ver sua coragem, rezava por ele sem cessar. E foi assim que, no último dia, todos tiveram grande surpresa. Ao abrir o couro que servia de sarcófago, de seu interior saiu um lindo pássaro de olhos vivos com penagem brilhante e perfumada. Sua namorada ao ver aquilo também se transformou em pássaro e ambos fugiram para a floresta. O João de Barro, até hoje dá provas de seu amor infinito quando constrói para sua amada uma casinha com esmero e dedicação.

http://vida-de-indio.blogspot.com/2009/02/o-joao-de-barro.html

2 comentários:

Juma Durski disse...

Valeu a matéria Pedro!
Gostei!

Inês disse...

Parabéns Pedro excelente matéria. Sou apaixonada por pássaros e o tal do joão arquiteto é um dos meus favoritos.